Introdução

Ter um dashboard de máximo impacto em Excel pode ser uma mais-valia para as organizações, pois ajuda a organizar e analisar os dados de forma eficiente. Os painéis destinam-se a apresentar informações facilmente digeríveis aos leitores, permitindo que eles tomem decisões informadas em tempo hábil. No entanto, criar um painel com impacto máximo requer um planejamento cuidadoso e os elementos de design corretos. Nesta postagem do blog, discutiremos 10 chaves essenciais para criar um painel com o máximo impacto no Excel.

As chaves que discutiremos incluem:

  • Visualização de dados
  • Formatação de texto
  • Utilização de ferramentas e widgets do painel
  • Utilizando o software do painel
  • Utilizando gráficos e tabelas
  • Incluindo fontes de dados apropriadas
  • Gerenciando alterações de dados
  • Desenvolvendo Cenários de Usuário para Máximo Impacto
  • Gerenciando problemas de desempenho
  • Gerenciando Mudanças de Projeção

Ao utilizar essas chaves, as organizações podem aumentar sua eficiência e produtividade, proporcionando-lhes uma vantagem competitiva.


Conheça seus objetivos

Sem definir os objetivos corretamente, seu painel carecerá de precisão e insight. Para criar um painel com impacto máximo, você precisa primeiro determinar suas metas e objetivos. Só então você poderá avaliar corretamente as métricas que usará para acompanhar o progresso em direção aos seus objetivos.

Transformar metas em métricas

Metas e objetivos devem ser traduzidos em métricas mensuráveis. As métricas atuarão como indicadores de desempenho e, quando rastreadas, revelarão informações importantes para informar a tomada de decisões. Exemplos de métricas incluem desempenho de vendas, satisfação do cliente e uso de sites ou aplicativos para dispositivos móveis.

Definir intervalos de medição

Uma vez identificadas suas métricas, é importante definir os intervalos em que elas devem ser medidas. Isso ajudará você a acompanhar o progresso de maneira oportuna e precisa. Ao usar o Excel, você pode configurar um painel para fornecer atualizações semanais, mensais, trimestrais e anuais sobre seu progresso.

  • Atualizações semanais - para acompanhar o progresso regularmente.
  • Atualizações mensais - para avaliar o desempenho durante um mês inteiro.
  • Atualizações trimestrais - para monitorar o desempenho durante um trimestre inteiro.
  • Atualizações anuais - para fornecer uma visão geral do desempenho no final do ano.


Selecione os dados mais valiosos

Quando se trata de painéis do Excel, a escolha mais importante de todas é selecionar os dados mais relevantes. Esses dados fornecem a base para o painel e, sem eles, a experiência do usuário será prejudicada. Abaixo descrevemos duas etapas cruciais ao selecionar dados para inclusão em um painel.

Importar dados relevantes

A primeira etapa é importar os dados relevantes para o painel. Uma ótima maneira de começar é observar as fontes de dados existentes, como planilhas, bancos de dados ou relatórios. Depois que os dados forem importados, é importante revisá-los para garantir que sejam precisos e atualizados. Durante esse processo, os dados desnecessários devem ser removidos para manter o painel simplificado e todos os cálculos necessários devem ser executados.

Escolha os dados mais valiosos

O próximo passo é escolher os dados mais valiosos do conjunto de dados. Esses dados devem refletir os objetivos do painel e fornecer insights acionáveis ​​para o usuário. Para fazer isso, identifique as métricas e insights mais importantes e priorize-os em ordem de importância. É importante garantir que apenas os dados necessários sejam usados, pois muitos dados podem confundir ou sobrecarregar o usuário.

  • Analise as fontes de dados existentes para importar dados relevantes
  • Remova dados desnecessários e faça quaisquer cálculos
  • Identifique e priorize as métricas e insights mais importantes
  • Garanta que apenas os dados necessários sejam usados


4.Crie visualizações interativas

Ao projetar um dashboard no Excel, é importante criar visualizações interativas que estimulem os usuários O Excel possui ferramentas em sua plataforma que permitem criar facilmente essas visualizações. Além disso, existem outras ferramentas e técnicas que podem ser usadas para estimular ainda mais o engajamento visual.

A. Utilize gráficos e tabelas do Excel

O Excel possui uma variedade de gráficos e tabelas embutidos em sua plataforma. Eles podem ser usados ​​para representar os dados armazenados em seu espaço de trabalho do Excel de maneira visual. Você pode personalizar facilmente os gráficos e gráficos gráficos para torná-los interativos, informativos e visualmente envolventes. Além disso, o Excel oferece suporte a uma ampla variedade de formatos de dados, para que você possa inserir facilmente seus dados de várias fontes.

B. Estimule o engajamento visual

Além de utilizar os gráficos e tabelas integrados do Excel, você também pode usar outras técnicas para estimular o envolvimento visual. Algumas dessas técnicas incluem:

  • Usando animações e transições entre visuais
  • Incorporar cores aos visuais para indicar determinados pontos de dados ou categorias
  • Inclusão de elementos interativos no gráfico, como drill-downs para análise mais aprofundada dos dados
  • Usando gráficos e gráficos 3D para demonstrar tendências nos dados
  • Incluindo recursos visuais como infográficos e mapas de calor para demonstrar padrões nos dados

Ao usar essas técnicas, você pode criar um painel interativo e visualmente atraente que ajudará os usuários a entender melhor os dados.


Utilizando formatação condicional

O Excel oferece ferramentas poderosas para visualizar dados usando a capacidade de formatação condicional. Empregar as estratégias certas ajuda não apenas a tornar o painel atraente, mas também a transformá-lo em uma ferramenta analítica. Para maximizar o potencial do Excel como uma poderosa ferramenta analítica, aqui estão algumas estratégias que ele pode usar:

Incorpore comparação e contraste

A formatação condicional pode ser usada para destacar áreas de diferenças e chamar a atenção para problemas. Por exemplo, em dados de vendas, ele pode ser usado para rastrear dados numericamente intensivos por vendedor e destacar o desempenho de um determinado limite. Além disso, pode ser usado para comparar o desempenho de produtos ou serviços individuais.

Alvo Objetivos Específicos

A formatação condicional pode ser usada para enfatizar as áreas que precisam de atenção especial ou os objetivos que foram alcançados. Por exemplo, a formatação condicional pode ser usada para identificar metas-alvo para a região de vendas mais importante e identificar áreas que precisam de intervenção imediata. Também pode ser usado para exibir dados do último trimestre para comparar o desempenho atual.

Comparar e contrastar dados e direcionar objetivos específicos – essas são apenas duas estratégias de muitas que podem ser utilizadas aproveitando o poder da formatação condicional em nossos painéis. Com as estratégias certas, os painéis do Excel podem se tornar ferramentas realmente poderosas e impactantes.


Criar cálculos personalizados

Deixe as visualizações de dados falarem

Dada a complexidade de alguns dados, geralmente a melhor maneira de analisá-los é criar um painel que use visualizações de dados para mostrar descobertas e insights. As visualizações de dados facilitam a identificação rápida de padrões e anormalidades em grandes conjuntos de dados. Eles fornecem uma representação visual dos dados, geralmente muito mais clara do que apenas uma lista de números, promovendo uma maior compreensão dos dados subjacentes e do significado. Isso, por sua vez, pode ajudá-lo a tomar decisões mais informadas e tomar o melhor curso de ação.

Torne o Analytics acionável

Quando se trata de painéis, o objetivo geralmente é trazer insights acionáveis ​​para o primeiro plano dos dados. Para conseguir isso, é essencial criar cálculos personalizados no painel.Os cálculos permitem que os usuários vão além da síntese básica de dados e criem fórmulas mais complexas para a tomada de decisões. Por meio do uso de cálculos personalizados, os usuários podem isolar tendências e fatores especialmente relevantes para suas questões e objetivos atuais. Por exemplo, um painel pode incluir um cálculo que fornece uma comparação dos números de vendas atuais com suas tendências de longo prazo, levando em consideração os altos e baixos das vendas sazonais.

Criar cálculos personalizados em um painel é uma maneira eficaz de tornar a análise acionável e capacitar o usuário a tomar decisões com base em suas próprias preferências e necessidades. Consequentemente, é um fator crítico em qualquer design de painel.


Conclusão

Quando se trata de projetar painéis com impacto máximo no Excel, existem 10 chaves críticas para o sucesso. A capacidade de monitorar com precisão as metas e o progresso é essencial. Além disso, os usuários também devem entender como descobrir os principais insights dos dados para identificar áreas de melhoria. Para fazer isso, o painel deve ser organizado logicamente e apresentar elementos interativos que permitam aos usuários dividir e dividir os dados de acordo com suas necessidades. Também é importante pensar na estética do painel e selecionar um visual apropriado para cada conjunto de dados. Por fim, consistência e simplicidade são dois itens essenciais no design do painel. Ao criar uma paleta de cores e limpar o layout, os usuários podem obter um painel profissional e bem projetado que fornece informações valiosas.

Ao utilizar as dicas e truques acima, os usuários podem criar um painel eficaz no Excel. Projetar um painel amigável que exiba dados de maneira organizada e informativa é um ativo essencial para qualquer executivo. Com o design certo, os usuários podem monitorar facilmente seu progresso e descobrir informações importantes, ativando decisões baseadas em dados e criando um painel de impacto.

Expert-built dashboard templates

100+ Dashboard templates

.