Tutorial do Excel: como fazer o gráfico de execução no Excel

Introdução


Quando se trata de analisar tendências de dados, Execute gráficos são uma ferramenta essencial para visualizar e entender padrões ao longo do tempo. Um gráfico de execução é um gráfico de linha que exibe pontos de dados na ordem em que foram coletados, permitindo que você identifique facilmente tendências, turnos e anomalias. Esteja você rastreando números de vendas, métricas de produção ou medidas de controle de qualidade, os gráficos de execução podem fornecer informações valiosas sobre o desempenho de um processo ou sistema.

Usando gráficos de execução em análise de dados é crucial para detectar flutuações, identificar possíveis causas de variação e tomar decisões informadas para melhorar os processos. Ao entender como criar e interpretar gráficos de execução no Excel, você pode aproveitar o poder dessa ferramenta para impulsionar melhorias significativas em seus negócios ou organização.


Takeaways -chave


  • Os gráficos de execução são essenciais para visualizar e entender as tendências de dados ao longo do tempo.
  • O uso de gráficos de execução na análise de dados é crucial para detectar flutuações e identificar possíveis causas de variação.
  • Ao entender como criar e interpretar gráficos de execução no Excel, você pode gerar melhorias significativas em seus negócios ou organização.
  • Personalizando o gráfico de execução, a interpretação da linha de tendência e a análise dos padrões são etapas importantes na utilização de gráficos de execução de maneira eficaz.
  • Atualizar regularmente os gráficos Executar com novos dados e usá -los em combinação com outras ferramentas de visualização de dados pode melhorar ainda mais sua eficácia.


Funções básicas do Excel


O Excel é uma ferramenta poderosa para análise e visualização de dados. Antes de aprendermos a criar um gráfico de execução no Excel, vamos analisar algumas funções básicas do Excel que serão úteis para este tutorial.

A. Como inserir dados em uma planilha do Excel
  • Abra uma nova pasta de trabalho do Excel e navegue até a planilha, onde deseja inserir seus dados.
  • Clique na célula onde você deseja começar a inserir seus dados.
  • Digite os dados, pressionando a tecla "Enter" para passar para a próxima célula.
  • Como alternativa, você pode copiar e colar dados de outra fonte no Excel.

B. Formatando células e dados para o gráfico de execução
  • Para formatar células, selecione o intervalo de células que você deseja formatar e clique com o botão direito do mouse para escolher a opção "Formatar células". Aqui, você pode ajustar o formato de número, fonte, alinhamento e muito mais.
  • Ao preparar dados para um gráfico de execução, verifique se os dados estão organizados em colunas ou linhas, com cada ponto de dados em uma célula separada.
  • Se seus dados incluirem valores de tempo ou data, formate essas células como datas ou horários para garantir uma representação precisa no gráfico de execução.


Criando o gráfico de corrida


Quando se trata de visualizar tendências de dados, os gráficos de execução são uma ferramenta eficaz. No Excel, a criação de um gráfico de execução é um processo direto que envolve a seleção do intervalo de dados, a inserção de um gráfico de dispersão e a adição de uma linha de tendência ao gráfico de dispersão.

A. Selecionando o intervalo de dados para o gráfico de execução

Antes de criar um gráfico de execução, é essencial selecionar o intervalo de dados que você deseja visualizar. Esse intervalo de dados deve incluir os valores que você deseja plotar no eixo x e no eixo y do gráfico de execução.

Subpoints:


  • Selecione as células que contêm os dados que você deseja incluir no gráfico de execução.
  • Certifique-se de incluir os rótulos apropriados para os dados do eixo x e Y.

B. Inserindo um gráfico de dispersão

Depois de selecionar o intervalo de dados, a próxima etapa é inserir um gráfico de dispersão, que servirá como base para o seu gráfico de execução.

Subpoints:


  • Clique na guia "Inserir" na fita do Excel.
  • Localize a opção "dispersão" no grupo de gráficos e selecione o estilo de plotagem de dispersão desejado.
  • Clique no estilo da plotagem de dispersão para inseri -lo na planilha.

C. Adicionando uma linha de tendência ao enredo de dispersão

Depois de inserir o gráfico de dispersão, você pode aprimorar o gráfico de execução adicionando uma linha de tendência, o que ajudará a representar visualmente a tendência geral nos dados.

Subpoints:


  • Clique com o botão direito do mouse em um dos pontos de dados no gráfico de dispersão para abrir o menu de contexto.
  • Selecione "Adicionar linha de tendência" nas opções de menu.
  • Escolha o tipo de linha de tendência que você deseja adicionar (por exemplo, linear, exponencial etc.) e personalize as opções da linha de tendência, conforme necessário.


Personalizando o gráfico de corrida


Depois de criar um gráfico de execução no Excel, você pode personalizá -lo para melhor atender às suas necessidades. Aqui estão algumas dicas para personalizar seu gráfico de execução:

A. Alterar a cor e o estilo dos pontos de dados
  • Ajustando a cor:


    O Excel permite que você altere a cor dos pontos de dados para torná -los mais atraentes visualmente ou corresponder à marca da sua empresa. Basta clicar com o botão direito do mouse nos pontos de dados, selecione "Format Data Series" e, em seguida, escolha a cor desejada entre as opções disponíveis.
  • Mudando o estilo:


    Você também pode alterar o estilo dos pontos de dados para destacá -los. Experimente formas e tamanhos diferentes para encontrar o estilo que melhor se adequa ao seu gráfico.

B. Adicionando rótulos e títulos de eixos
  • Etiquetas de eixo:


    Adicionar rótulos claros e descritivos do eixo pode ajudar seu público a entender os dados com mais facilidade. Para adicionar rótulos do eixo, basta clicar no gráfico, acesse a opção "Elementos do gráfico" na barra de ferramentas e selecione "Títulos do eixo".
  • Títulos de gráficos:


    A inclusão de um título para o seu gráfico de execução pode fornecer contexto e facilitar a interpretação dos dados. Para adicionar um título do gráfico, clique no gráfico, vá para a opção "Elementos do gráfico" e selecione "Título do gráfico".

C. Ajustando a linha de tendência para uma melhor visualização
  • Adicionando uma linha de tendência:


    Se você deseja mostrar a tendência geral em seus dados, poderá adicionar uma linha de tendência ao seu gráfico de execução. Clique com o botão direito do mouse na série de dados, selecione "Adicionar linha de tendência" e, em seguida, escolha o tipo de linha de tendência que melhor se encaixa nos seus dados.
  • Personalizando a linha de tendência:


    Você pode personalizar ainda mais a linha de tendência alterando sua cor, estilo ou espessura para torná -la mais visível. Clique com o botão direito do mouse na linha da tendência, selecione "Format TrendLine" e, em seguida, ajuste as configurações para sua preferência.


Interpretando o gráfico de corrida


Ao criar um gráfico de execução no Excel, é importante não apenas ser capaz de criar o gráfico, mas também interpretar os dados que ele apresenta. Compreender a linha de tendência e quaisquer padrões ou tendências nos dados é crucial para tirar conclusões significativas do gráfico.

Entender a linha de tendência e seu significado


  • A linha de tendência em um gráfico de execução representa a direção geral em que os dados estão se movendo.
  • Ele fornece uma indicação de se os dados estão aumentando, diminuindo ou permanecendo relativamente constantes ao longo do tempo.
  • Ao examinar a linha de tendência, você pode identificar mudanças ou mudanças significativas nos dados que podem exigir uma investigação mais aprofundada.

Analisando quaisquer padrões ou tendências nos dados


  • Padrões ou tendências no gráfico de execução podem revelar informações importantes sobre os processos ou fatores subjacentes que afetam os dados.
  • A identificação de padrões, como ciclos ou sazonalidade, pode ajudar na previsão de tendências futuras ou a tomar decisões informadas.
  • A análise de tendências também pode descobrir quaisquer anomalias ou outliers que possam precisar ser abordados ou investigados ainda mais.


Dicas para o uso de gráficos de execução de maneira eficaz


Os gráficos de execução são uma ferramenta valiosa para visualizar tendências e padrões nos dados ao longo do tempo. Para aproveitar ao máximo os gráficos de execução, considere as seguintes dicas:

A. Atualizando o gráfico de execução com novos dados
  • Atualizações regulares:


    É importante atualizar o gráfico de execução regularmente para garantir que ele reflita os dados mais atuais. Isso pode ajudar a rastrear mudanças e identificar novas tendências.
  • Automatizar atualizações de dados:


    Se possível, considere automatizar o processo de atualização do gráfico de execução com novos dados. Isso pode economizar tempo e reduzir o risco de erros no processo de atualização.
  • Rotulagem clara:


    Ao adicionar novos dados ao gráfico de execução, rotule claramente os novos pontos para diferenciá -los dos dados existentes. Isso pode ajudar a entender a progressão dos dados ao longo do tempo.

B. Usando gráficos de execução em combinação com outras ferramentas de visualização de dados
  • Análise comparativa:


    Considere o uso de gráficos de execução em combinação com outras ferramentas de visualização, como gráficos de barras ou gráficos de dispersão para realizar análises comparativas. Isso pode ajudar a entender a relação entre diferentes variáveis ​​e a identificação de correlações.
  • Contextualizando os dados:


    Ao usar gráficos de execução juntamente com outras ferramentas de visualização, você pode fornecer uma visão mais abrangente dos dados e seu contexto. Isso pode ajudar a tomar decisões bem informadas com base nos dados.
  • Narrativa com dados:


    Incorpore gráficos de execução em apresentações ou relatórios ao lado de outras visualizações para contar uma história atraente com os dados. Isso pode ajudar a transmitir o significado das tendências e padrões representados no gráfico de execução.


Conclusão


Em conclusão, os gráficos de execução são importante Ferramentas para visualizar tendências de dados e identificar padrões ao longo do tempo. Ao usar gráficos de corrida no Excel, você pode beneficiar Do desempenho facilmente do desempenho, detectando variabilidade e tomando decisões informadas com base em dados em tempo real. Eu encorajo você a prática Criando e interpretando gráficos de execução no Excel para melhorar suas habilidades de análise de dados e obter informações valiosas para seus projetos e negócios.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles