Tutorial do Excel: Como fazer o Histograma Excel

Introdução


Você está lutando para criar um histograma no Excel para sua análise de dados? Não procure mais! Neste tutorial do Excel, o guiaremos no processo de fazer um histograma no Excel, passo a passo. Mas primeiro, vamos entender o que é um histograma e por que é importante para análise de dados.

  • Explicação do que é um histograma: Um histograma é uma representação gráfica da distribuição de dados numéricos. Consiste em uma série de barras que representam diferentes faixas de valores, facilitando a visualização da distribuição e padrões dentro dos dados.
  • Importância do uso de histogramas na análise de dados: Os histogramas são essenciais para entender a forma, o centro e a disseminação de um conjunto de dados. Eles fornecem informações valiosas sobre a distribuição de dados, ajudando os analistas a identificar outliers, tendências e padrões que podem não ser aparentes a partir de uma representação tabular simples.

Agora que você entende o significado dos histogramas, vamos mergulhar no tutorial do Excel sobre como criar um para suas necessidades de análise de dados.


Takeaways -chave


  • Compreender o que é um histograma e sua importância na análise de dados é crucial para visualizar e interpretar efetivamente dados numéricos.
  • Organizar e configurar seus dados no Excel é a primeira etapa na criação de um histograma, incluindo a criação de caixas para o histograma.
  • A personalização do histograma com formatação, etiquetas de eixo e ajuste a largura da lixeira pode melhorar a visualização e interpretação da distribuição de dados.
  • A análise do histograma permite a interpretação da distribuição de dados, a identificação de tendências e os padrões dentro do conjunto de dados.
  • A utilização das melhores práticas, como escolher o tamanho da banda direita e o uso de ferramentas adicionais de visualização de dados, pode melhorar ainda mais a eficácia dos histogramas no Excel para análise de dados.


Configurando dados para histograma


Ao criar um histograma no Excel, é importante organizar adequadamente seus dados e configurar as caixas necessárias para o histograma. Veja como você pode fazer isso:

A. Organizando seus dados no Excel

Antes de criar um histograma, você precisa ter seus dados organizados no Excel. Isso significa ter seus dados em uma única coluna e garantir que não haja células em branco dentro do intervalo de seus dados.

B. Criando caixas para o histograma


Para criar caixas para o histograma, você precisará determinar o intervalo de valores que deseja incluir em cada compartimento. Isso pode ser feito configurando uma coluna separada no Excel e definindo os intervalos de compartimento. Você pode fazer isso manualmente ou usar as funções internas do Excel para gerar automaticamente as faixas de compartimento.


Criando um histograma


Quando se trata de visualizar a distribuição de dados numéricos, os histogramas são uma ferramenta essencial. Felizmente, o Excel facilita a criação de histogramas com sua ferramenta de análise de dados embutida.

A. Acessando a ferramenta de análise de dados no Excel

Para começar a criar um histograma no Excel, você primeiro precisará acessar a ferramenta de análise de dados. Para fazer isso, navegue até a guia "Dados" na fita do Excel e clique no botão "Análise de dados".

B. Selecionando o intervalo de entrada e o intervalo de compartimento

Depois de acessar a ferramenta de análise de dados, escolha "Histograma" na lista de ferramentas de análise disponíveis. Em seguida, você precisará selecionar o intervalo de entrada, que é os dados que você deseja analisar e a faixa de bin, que define os intervalos para as barras de histograma. Certifique -se de inserir as faixas da célula para as faixas de entrada e compartimento.

C. Escolhendo onde produzir o histograma

Depois de selecionar as faixas de entrada e compartimento, você será solicitado a escolher onde produzir o histograma. É aqui que o Excel gerará o gráfico de histograma com base no intervalo de entrada e na faixa de compartimento. Você pode selecionar uma nova planilha ou um intervalo específico na sua planilha existente.


Personalizando o histograma


Ao criar um histograma no Excel, é importante saber como personalizá -lo para melhor atender às suas necessidades. Veja como você pode personalizar seu histograma para torná -lo profissional e apresentável.

Formatando as barras de histograma


Para formatar as barras do histograma, você pode alterar a cor, a borda e o espaçamento das barras para tornar o histograma visualmente atraente. Para fazer isso, você pode clicar com o botão direito do mouse nas barras e selecionar Format Data Series. Aqui, você pode alterar a cor do preenchimento, a cor da borda e a largura do espaço para personalizar a aparência das barras.

Adicionando rótulos e títulos de eixo


Adicionar rótulos de eixo e um título ao histograma é essencial para clareza e compreensão. Para adicionar rótulos de eixo, você pode clicar no gráfico e ir para Ferramentas de gráfico> Layout> Títulos do eixo. Aqui, você pode adicionar rótulos para os eixos horizontais e verticais. Além disso, você pode adicionar um título ao histograma clicando no gráfico e indo para Ferramentas de gráfico> Layout> Título do gráfico.

Ajustando a largura do compartimento


Ajustar a largura do compartimento pode ajudar a apresentar os dados com mais precisão. Para fazer isso, clique no eixo horizontal do histograma e selecione Eixo de formato. No menu Opções do Eixo, você pode ajustar manualmente a largura do compartimento para agrupar os dados de uma maneira que melhor represente a distribuição.


Analisando o histograma


Depois de criar um histograma no Excel, a próxima etapa é analisar os dados representados no histograma. Isso envolve a interpretação da distribuição de dados e a identificação de quaisquer tendências ou padrões que possam estar presentes.

A. Interpretando a distribuição de dados
  • Tendencia central:


    Uma das primeiras coisas a se olhar é a tendência central dos dados. Isso pode ser determinado observando a forma do histograma e identificando onde a maioria dos pontos de dados está agrupada.
  • Dispersão:


    Além disso, a dispersão dos dados pode ser observada examinando a propagação do histograma. Uma propagação mais ampla indica uma dispersão mais alta, enquanto uma propagação mais estreita sugere menor dispersão.
  • Skewness and Curtosis:


    A assimetria e curtose também podem ser analisadas para entender a simetria e a cauda da distribuição. Um histograma pode fornecer pistas visuais sobre a assimetria e curtose dos dados.

B. Identificando tendências ou padrões nos dados
  • Pico e vales:


    Picos e vales no histograma podem indicar certas tendências ou padrões nos dados. Vários picos podem sugerir uma distribuição bimodal, enquanto os vales podem indicar lacunas ou outliers nos dados.
  • Agrupamento:


    O agrupamento de pontos de dados em faixas específicas também pode revelar tendências como concentração ou dispersão de valores em determinados intervalos.
  • Outliers:


    Identificar outliers ou valores extremos é outro aspecto importante da análise do histograma. Os outliers podem impactar significativamente a interpretação dos dados e devem ser cuidadosamente examinados.


Melhores práticas para usar histogramas no Excel


Ao criar histogramas no Excel, é importante seguir as melhores práticas para garantir que as visualizações resultantes representem com precisão os dados que estão sendo analisados. Aqui estão algumas considerações importantes a serem lembradas:

A. Escolhendo o tamanho da lixeira direita

Uma das principais decisões ao criar um histograma é determinar o tamanho do compartimento, que determina a largura de cada barra no histograma. A escolha do tamanho da banda certa é fundamental para visualizar com precisão a distribuição dos dados.

1. Compreendendo a distribuição de dados


  • Considere o intervalo e a distribuição dos dados para determinar um tamanho de compartimento apropriado.
  • Um tamanho menor do compartimento pode fornecer mais detalhes, mas muitas caixas podem obscurecer o padrão geral dos dados.

2. Experimentando com diferentes tamanhos


  • Tente experimentar diferentes tamanhos de compartimento para ver como o histograma muda e escolha o que melhor representa os dados.

B. Usando ferramentas adicionais de visualização de dados

Embora os histogramas sejam eficazes em mostrar a distribuição de um único conjunto de dados, o uso de ferramentas adicionais de visualização de dados pode fornecer uma análise mais abrangente dos dados.

1. Sobreposição de uma curva de distribuição normal


  • A sobreposição de uma curva de distribuição normal no histograma pode ajudar a comparar os dados com uma distribuição normal teórica.

2. Adicionando um gráfico de frequência cumulativa


  • A adição de um gráfico de frequência cumulativa ao histograma pode fornecer informações sobre o comportamento cumulativo dos dados.

C. Comparando vários histogramas para diferentes conjuntos de dados

A comparação de vários histogramas para diferentes conjuntos de dados pode fornecer informações valiosas sobre como as distribuições dos conjuntos de dados diferem ou se sobrepõem.

1. Criação de histogramas lado a lado


  • A criação de histogramas lado a lado permite uma fácil comparação visual entre diferentes conjuntos de dados.

2. Usando histogramas sobrepostas


  • A sobreposição de histogramas para diferentes conjuntos de dados no mesmo gráfico pode destacar semelhanças e diferenças em suas distribuições.


Conclusão


Criar histogramas no Excel pode aprimorar bastante seus recursos de análise de dados. Recapitular A importância dos histogramas representando visualmente a distribuição de seus dados e a identificação de padrões e tendências. Eu encorajo você a prática Criando e analisando histogramas no Excel para desenvolver suas habilidades e obter informações valiosas com seus dados.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles