Tutorial do Excel: como fazer fluxograma no Excel

Introdução


Os fluxogramas são uma ferramenta essencial para visualizar e entender os processos, tornando -os um ativo valioso para empresas, organizações e indivíduos. Seja mapeando um plano de projeto, identificando gargalos em um fluxo de trabalho ou simplificando processos complexos, fluxogramas transmitir com eficiência informações de maneira clara e concisa. Neste tutorial, exploraremos como Crie fluxogramas no Excel, um software amplamente usado que muitos de nós já temos acesso. Ao aprender essa habilidade, você poderá projetar e personalizar facilmente os fluxogramas para atender às suas necessidades específicas.


Takeaways -chave


  • Os fluxos são essenciais para visualizar e entender os processos.
  • O Excel é um software amplamente usado para criar fluxogramas.
  • Compreender a estrutura básica e os símbolos dos fluxogramas é crucial.
  • O Excel oferece ferramentas para criação avançada de fluxograma, como SmartArt e Validação de Dados.
  • A prática e a exploração são incentivadas para dominar a criação de fluxogramas no Excel.


Entendendo fluxogramas


Os fluxogramas são representações visuais de um processo ou fluxo de trabalho, comumente usado em vários campos, como negócios, engenharia e gerenciamento de projetos. Eles foram projetados para ajudar as pessoas a entender as etapas envolvidas em um processo e identificar possíveis áreas de melhoria.

A. Defina o que é um fluxograma e seu propósito

Um fluxograma é um diagrama que descreve uma série de etapas ou ações em uma ordem específica. É usado para ilustrar o fluxo de um processo, decisão ou sistema. O objetivo de um fluxograma é fornecer uma representação visual de um processo, facilitando o entendimento e a análise.

B. Explique os diferentes símbolos e seus significados comumente usados ​​em fluxograma

Os fluxogramas usam um conjunto padronizado de símbolos para representar diferentes elementos de um processo. Esses símbolos incluem:

  • Inicio fim: Representa o início ou o fim de um processo.
  • Processo: Descreve uma etapa ou ação dentro do processo.
  • Decisão: Indica um ponto em que uma decisão precisa ser tomada, levando a diferentes caminhos no processo.
  • Conector: Vincula diferentes partes do fluxograma.
  • Entrada/saída: Representa dados entrando ou saindo do processo.

Compreender esses símbolos e seus significados é essencial para criar um fluxograma eficaz no Excel.


Configurando o Excel para criação de fluxograma


Criar um fluxograma no Excel pode ser uma maneira simples e eficaz de representar visualmente um processo ou fluxo de trabalho. Para começar, você precisará ajustar algumas configurações no Excel para se preparar para o design do fluxograma.

A. Abra o Excel e selecione uma nova pasta de trabalho

Antes de começar a criar seu fluxograma, abra o Excel e selecione uma nova pasta de trabalho para trabalhar. Isso fornecerá uma lista limpa para trabalhar e garantir que você não substitua acidentalmente nenhum dado existente.

B. Ajuste as linhas de grade e o layout para acomodar o design do fluxograma

Ao criar um fluxograma, é importante ter um layout claro e organizado. Para conseguir isso, você pode ajustar as linhas de grade e o layout no Excel para acomodar o design do fluxograma. Isso pode envolver ajustar a largura da coluna, a altura da linha e o espaçamento da linha de grade para criar um fluxograma claro e visualmente atraente.


Criando a estrutura básica


Ao criar um fluxograma no Excel, é importante começar estabelecendo a estrutura básica do gráfico. Isso envolve a inserção e formatação das formas para o fluxograma, além de conectá -las para ilustrar o fluxo do processo.

A. Insira e formate as formas para o fluxograma
  • Etapa 1: Insira formas


    Para começar, vá para a guia "Inserir" na fita do Excel e selecione a opção "Shapes". Escolha a forma apropriada para cada etapa do seu processo e insira -a na planilha.

  • Etapa 2: formate as formas


    Depois que as formas forem inseridas, formate -as para se ajustar ao design do seu fluxograma. Você pode alterar a cor, o contorno e o tamanho da forma clicando com o botão direito do mouse na forma e selecionando a opção "formato de formato".


B. Conecte as formas usando linhas ou setas para ilustrar o fluxo do processo
  • Etapa 1: Insira linhas ou setas


    Após a formatação das formas, é hora de conectá -las para representar o fluxo do processo. Vá para a guia "Inserir", selecione a opção "Shapes" e escolha uma linha ou uma forma de seta.

  • Etapa 2: conecte as formas


    Clique e arraste de uma forma para outra para conectá -las usando as linhas ou setas. Você pode ajustar o comprimento e o ângulo das linhas para criar um fluxo claro entre as formas.



Adicionando texto e formatação


Ao criar um fluxograma no Excel, é essencial adicionar texto relevante para rotular cada forma e garantir clareza. Além disso, a formatação do texto e das formas aumentará o apelo visual do fluxograma.

A. Rotule cada forma com texto relevante


  • Clique duas vezes na forma para inserir o texto diretamente na forma.
  • Como alternativa, insira uma caixa de texto ao lado da forma e digite o texto relevante.
  • Verifique se o texto descreve com precisão o processo ou decisão representada pela forma.

B. Formate o texto e as formas para clareza e apelo visual


  • Use o Forma de formato Opção para alterar a fonte, o tamanho e a cor do texto.
  • Experimente diferentes estilos de fonte para encontrar o mais adequado para o seu fluxograma.
  • Considere usar ousado ou itálico para enfatizar certos texto dentro das formas.
  • Ajuste o tamanho e o posicionamento das formas para garantir que o texto permaneça claro e fácil de ler.
  • Utilize cores e fronteiras para diferenciar entre diferentes processos ou decisões dentro do fluxograma.

Ao adicionar um texto relevante e formatando cuidadosamente as formas, você pode criar um fluxograma visualmente atraente e claro no Excel. Isso facilitará a compreensão do seu público os processos e decisões representadas no gráfico.


Usando ferramentas do Excel para fluxogramas avançadas


Quando se trata de criar fluxogramas no Excel, há uma variedade de ferramentas e recursos que podem ser utilizados para criar diagramas mais complexos e dinâmicos. Neste tutorial, exploraremos dois métodos avançados para criar fluxogramas no Excel.

A. Utilize o recurso SmartArt do Excel para fluxogramas mais complexas

O recurso SmartArt do Excel é uma ferramenta poderosa para criar fluxogramas mais complexas e visualmente atraentes. Para acessar o SmartArt, navegue até a guia "Inserir" e selecione "SmartArt" no grupo Illustrations. A partir daqui, você pode escolher entre uma variedade de layouts de fluxograma diferentes, como processo, hierarquia ou diagramas de relacionamento.

  • Escolha um layout: Selecione um layout que melhor se ajuste à estrutura do seu fluxograma. O SmartArt fornece uma variedade de opções, desde processos lineares simples a estruturas hierárquicas mais complexas.
  • Adicionar e formatar formas: Depois de selecionar um layout, você pode adicionar, remover e formatar formas no gráfico SmartArt facilmente. Isso permite maior flexibilidade na personalização do seu fluxograma para atender às suas necessidades específicas.
  • Adicione texto: Basta clicar em uma forma e começar a digitar para adicionar texto ao seu fluxograma. Você também pode formatar o texto e ajustar a fonte, tamanho e cor para aprimorar a clareza e a legibilidade do diagrama.

B. Explore o uso de validação de dados e formatação condicional para fluxogramas dinâmicas

A validação de dados e a formatação condicional podem ser usadas para criar fluxogramas dinâmicas e interativas no Excel. Ao vincular as células a listas suspensas ou usando a formatação condicional para alterar a aparência das células com base em critérios específicos, você pode criar fluxogramas que respondam à entrada do usuário.

  • Data de validade: Use a validação de dados para criar listas suspensas ou restringir o tipo de dados que podem ser inseridos em uma célula. Isso pode ser particularmente útil para criar fluxogramas interativas, onde os usuários podem selecionar diferentes vias ou opções.
  • Formatação condicional: A formatação condicional permite aplicar formatos diferentes em células com base em condições específicas. Por exemplo, você pode usar a formatação condicional para alterar automaticamente a cor ou o estilo de uma forma no seu fluxograma com base no valor de uma célula correspondente.
  • Atualizações dinâmicas: Ao alavancar a validação de dados e a formatação condicional, você pode criar fluxogramas dinâmicas que atualizam em tempo real com base na entrada do usuário ou nas alterações nos dados subjacentes. Essa pode ser uma maneira poderosa de criar fluxogramas interativas e fáceis de usar no Excel.


Conclusão


Criar fluxogramas no Excel é uma habilidade valiosa que pode melhorar bastante sua capacidade de visualizar e analisar processos. Fluxogramas são essenciais para ilustrar a progressão e sequência das tarefas, tornando -as uma ferramenta indispensável para gerenciamento de projetos, processos de negócios e análise de dados. Ao dominar a arte de criar fluxogramas no Excel, você pode otimizar seu fluxo de trabalho e melhorar seu processo de tomada de decisão.

Enquanto você continua a praticar e explorar o fluxograma Criação No Excel, você descobrirá uma ampla gama de possibilidades e aplicações. Seja você um profissional de negócios, um aluno ou um analista de dados, a capacidade de criar e interpretar fluxogramas no Excel pode diferenciá -lo e aumentar sua eficiência e eficácia. Portanto, continue experimentando projetos e layouts diferentes para encontrar o estilo que funciona melhor para você e suas necessidades específicas.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles