Tutorial do Excel: como fazer o gráfico no Excel

Introdução


Quando se trata de organizar e apresentar dados, Criando gráficos no Excel é uma habilidade essencial para profissionais de várias indústrias. Os gráficos fornecem uma representação visual dos dados, facilitando a interpretação e a compreensão de informações complexas rapidamente. Utilizando gráficos no Excel, você pode Destaque tendências, compare diferentes conjuntos de dados e identifique as principais idéias Isso pode não ser imediatamente aparente nos dados brutos.


Takeaways -chave


  • A criação de gráficos no Excel é crucial para profissionais de vários setores, pois fornece uma representação visual de dados, facilitando a interpretação e a compreensão de informações complexas de relance.
  • Os gráficos no Excel permitem que os usuários destacem as tendências, comparem diferentes conjuntos de dados e identifique as principais idéias que podem não ser imediatamente aparentes nos dados brutos.
  • Compreender os diferentes tipos de gráficos disponíveis no Excel e quando usar cada tipo com base nos dados apresentados é essencial para uma análise de dados eficaz.
  • Selecionar e formatar adequadamente os dados a serem incluídos no gráfico é crucial para garantir que esteja pronto para o gráfico e visualmente atraente.
  • A utilização de ferramentas de gráficos e recursos de design pode melhorar a aparência do gráfico e torná -lo visualmente atraente e fácil de entender, melhorando as habilidades de análise de dados.


Compreendendo os tipos de gráfico no Excel


Ao criar um gráfico no Excel, é importante entender os diferentes tipos de gráficos disponíveis e quando usar cada um com base nos dados que estão sendo apresentados.

A. Descrição dos diferentes tipos de gráficos disponíveis no Excel
  • Gráfico de colunas: Um gráfico que usa barras verticais para representar dados.
  • Gráfico de barras: Semelhante a um gráfico de colunas, mas usa barras horizontais.
  • Gráfico de linha: Um gráfico que exibe pontos de dados conectados por linhas retas para mostrar tendências ao longo do tempo.
  • Gráfico de pizza: Um gráfico circular dividido em setores para ilustrar a proporção numérica.
  • Gráfico de área: Semelhante a um gráfico de linha, mas a área abaixo da linha é preenchida com cor para representar os dados.
  • Plotagem de dispersão: Um gráfico que usa pontos para representar os pontos de dados sem conectá -los às linhas.

B. Explicação de quando usar cada tipo de gráfico com base nos dados que estão sendo apresentados
  • Gráfico de coluna/barra: Ideal para comparar valores nas categorias.
  • Gráfico de linha: Ótimo para mostrar tendências e mudanças ao longo do tempo.
  • Gráfico de pizza: Útil para ilustrar partes de um todo, como porcentagens.
  • Gráfico de área: Semelhante aos gráficos de linha, mas útil para exibir totais cumulativos ao longo do tempo.
  • Plotagem de dispersão: Perfeito para mostrar a relação entre dois conjuntos de dados.

Ao entender os diferentes tipos de gráficos disponíveis no Excel e quando usar cada um, você pode visualizar efetivamente seus dados e comunicar suas idéias ao seu público.


Selecionando e inserindo dados para o gráfico


Ao criar um gráfico no Excel, a primeira etapa é selecionar os dados que você deseja incluir no gráfico. Isso determinará o conteúdo e a aparência do seu gráfico, por isso é importante escolher os dados certos. Aqui estão algumas orientações e dicas sobre como selecionar e formatar os dados do seu gráfico:

A. Orientação para selecionar os dados a serem incluídos no gráfico
  • Identifique os pontos de dados ou categorias específicos que você deseja visualizar no gráfico.
  • Certifique -se de que os dados sejam relevantes e suportem o objetivo do gráfico (por exemplo, mostrando tendências, comparações, distribuições).
  • Selecione células ou intervalos contíguos que contêm os dados que você deseja incluir, certificando -se de incluir rótulos de coluna e linha, se necessário.

B. Dicas sobre a formatação dos dados para garantir que estejam prontos para o gráfico
  • Verifique se os dados estão organizados de maneira lógica e consistente, com cabeçalhos e etiquetas claros.
  • Limpe quaisquer dados ou formatação desnecessária que possam distrair a mensagem do gráfico.
  • Verifique se há dados ausentes ou incompletos que possam afetar a precisão do gráfico.
  • Considere usar a validação ou fórmulas de dados para padronizar a entrada e garantir a precisão.


Criando o gráfico


Um dos recursos mais poderosos do Microsoft Excel é a capacidade de criar gráficos e gráficos visualmente atraentes para representar dados. Neste tutorial, levaremos você pelo processo passo a passo de criar um gráfico no Excel, além de fornecer dicas para personalizar a aparência do gráfico para atender às suas necessidades específicas.

Instruções passo a passo sobre como inserir um gráfico no Excel


Inserir um gráfico no Excel é um processo direto. Siga estas etapas para criar um gráfico com base em seus dados:

  • Selecione seus dados: Comece selecionando o intervalo de dados que você deseja incluir no seu gráfico. Esta pode ser uma única coluna, várias colunas ou uma combinação de colunas e linhas.
  • Vá para a guia Inserir: Depois que seus dados forem selecionados, navegue até a guia Inserir na fita do Excel.
  • Escolha o tipo de gráfico: No grupo de gráficos, você verá várias opções de gráficos, como barra, linha, torta e muito mais. Clique no tipo de gráfico específico que melhor se adapta aos seus dados.
  • Insira o gráfico: Depois de selecionar o tipo de gráfico desejado, clique nele para inserir o gráfico na sua planilha do Excel.
  • Personalize o gráfico: Depois que o gráfico é adicionado, você pode personalizá -lo adicionando títulos, etiquetas e alterando o estilo e as cores do gráfico para torná -lo visualmente atraente.

Dicas para personalizar a aparência do gráfico para atender às necessidades do usuário


Depois de inserir o gráfico, é importante personalizar sua aparência para garantir que ele comunique efetivamente os dados. Aqui estão algumas dicas para personalizar a aparência do gráfico:

  • Título e etiquetas: Adicione um título ao gráfico e rotule os eixos para fornecer contexto para os dados que estão sendo exibidos.
  • Estilos de gráfico: O Excel oferece uma variedade de estilos de gráficos pré-definidos que você pode aplicar ao seu gráfico para mudar sua aparência. Experimente estilos diferentes para encontrar o que melhor se encaixa nos seus dados.
  • Cores e formatação: Personalize as cores, fontes e opções de formatação para tornar o gráfico visualmente atraente e fácil de ler.
  • Série de dados: Se o seu gráfico incluir várias séries de dados, considere usar cores ou padrões diferentes para distinguir entre eles.
  • Elementos do gráfico: Explore as opções para adicionar ou remover elementos do gráfico, como linhas de grade, rótulos de dados e lendas conforme seus requisitos.


Utilizando ferramentas de gráficos e recursos de design


Ao criar um gráfico no Excel, é importante não apenas inserir os dados com precisão, mas também utilizar as várias ferramentas e os recursos disponíveis para aprimorar o apelo visual do gráfico e facilitar o entendimento.

Explicação das várias ferramentas disponíveis para modificar e aprimorar o gráfico


  • Estilos de gráfico: O Excel oferece uma variedade de estilos de gráficos pré-definidos que podem ser facilmente aplicados para alterar a aparência do gráfico.
  • Rótulos de dados: Adicionar rótulos de dados a um gráfico pode fornecer contexto adicional e facilitar a interpretação dos dados.
  • Título do gráfico: A inclusão de um título descritivo do gráfico pode ajudar a transmitir o objetivo do gráfico rapidamente.
  • Títulos de eixo: Adicionar títulos aos eixos verticais e horizontais pode fornecer clareza sobre o que o gráfico está representando.
  • Linhas de grade: O ajuste das linhas de grade pode ajudar na legibilidade do gráfico e ajudar na interpretação visual dos dados.
  • Lenda: Se o gráfico incluir várias séries de dados, uma legenda poderá ser adicionada para identificar cada série.

Demonstração de como utilizar os recursos de design para tornar o gráfico visualmente atraente e fácil de entender


Depois que o gráfico foi criado e os dados foram inseridos, é hora de se concentrar nos recursos de design para tornar o gráfico visualmente atraente e fácil de entender.

  • Cor e formatação: Experimente diferentes combinações de cores e opções de formatação para tornar o gráfico visualmente atraente e fácil de interpretar.
  • Elementos do gráfico: Personalize os elementos do gráfico, como a área da plotagem, a área do gráfico e a série de dados, para tornar o gráfico visualmente envolvente.
  • Layouts do gráfico: O Excel oferece vários layouts de gráficos que podem ser aplicados para alterar rapidamente o arranjo visual dos elementos do gráfico.
  • Antecedentes e fronteiras: Adicionar um plano de fundo ou bordas ao gráfico pode ajudar a destacar dados específicos ou adicionar um toque profissional ao gráfico.
  • Filtros de gráfico: Utilize filtros de gráfico para controlar quais pontos de dados são exibidos no gráfico, fornecendo uma visão focada dos dados.
  • Anotações: Adicione anotações ao gráfico para fornecer contexto adicional ou destacar pontos de dados específicos.


Analisando e interpretando o gráfico


Depois de criar um gráfico no Excel, é importante saber como analisar e interpretar efetivamente os dados que ele representa. Aqui estão algumas orientações sobre como usar o gráfico para analisar e interpretar as tendências de dados:

A. Orientação sobre como usar o gráfico para analisar e interpretar tendências de dados
  • Identifique padrões e tendências:


    Procure padrões ou tendências perceptíveis nos dados exibidos no gráfico. Isso pode incluir tendências para cima ou para baixo, variações sazonais ou outros padrões que podem fornecer informações valiosas sobre os dados.
  • Compare pontos de dados:


    Use o gráfico para comparar diferentes pontos de dados e identificar diferenças ou semelhanças significativas. Isso pode envolver a comparação de categorias diferentes, períodos ou outras variáveis ​​representadas no gráfico.
  • Use ferramentas de gráfico:


    Aproveite as ferramentas de gráfico do Excel para analisar melhor os dados. Isso pode incluir a adição de linhas de tendência, etiquetas de dados ou outros recursos que podem ajudar a entender melhor as tendências de dados.

B. Dicas sobre como apresentar o gráfico de maneira eficaz para transmitir insights importantes
  • Escolha o tipo de gráfico certo:


    Selecione um tipo de gráfico que melhor represente os dados e facilite a interpretação. Por exemplo, use um gráfico de linha para mostrar tendências ao longo do tempo ou um gráfico de barras para comparar diferentes categorias de dados.
  • Use aprimoramentos visuais:


    Incorpore aprimoramentos visuais, como cores, etiquetas e anotações, para destacar as informações importantes nos dados. Isso pode ajudar a chamar a atenção para tendências ou padrões importantes.
  • Fornecer contexto:


    Ao apresentar o gráfico, forneça contexto e explicações que ajudem a interpretar os dados com precisão. Isso pode incluir adicionar um título, etiquetas de eixo e uma breve descrição do que o gráfico está mostrando.


Conclusão


Para concluir, Criar gráficos no Excel é crucial para representar visualmente dados e facilitar a interpretação e a análise. Seja você um aluno, um profissional ou um proprietário de uma empresa, saber como criar gráficos no Excel pode aprimorar bastante suas habilidades de análise de dados e tornar suas apresentações mais eficazes. Eu encorajo você a Pratique a criação de diferentes tipos de gráficos no Excel tornar -se proficiente nessa habilidade valiosa.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles