Tutorial do Excel: como fazer parcelas de caixa no Excel

Introdução


Os gráficos de caixa são uma ferramenta poderosa para visualizar a distribuição de dados e identificar outliers. Eles fornecem um Rápido e fácil Maneira de resumir e comparar conjuntos de dados, tornando -os essenciais para quem trabalha com grandes quantidades de dados. Neste tutorial do Excel, levaremos você pelas etapas para criar gráficos de caixa no Excel, para que você possa obter informações valiosas com seus dados.

Antes de mergulharmos no tutorial, vamos primeiro entender o importância de usar gráficos de caixa na visualização de dados.


Takeaways -chave


  • Os gráficos de caixa são uma ferramenta poderosa para visualizar a distribuição de dados e identificar outliers.
  • Eles fornecem uma maneira rápida e fácil de resumir e comparar conjuntos de dados, tornando -os essenciais para quem trabalha com grandes quantidades de dados.
  • Compreender a importância de usar gráficos de caixas na visualização de dados é crucial para obter informações valiosas dos dados.
  • As parcelas de caixa ajudam a identificar facilmente variações e outliers, visualizando a distribuição de dados de maneira eficaz e fazendo comparações entre diferentes conjuntos de dados.
  • A utilização de gráficos de caixas no Excel para a visualização eficaz de dados envolve as melhores práticas, como a escolha dos dados certos, a personalização da aparência e o uso de gráficos de caixa em conjunto com outros gráficos.


Entendendo as parcelas da caixa


Os gráficos de caixa são uma maneira poderosa de visualizar e analisar a distribuição de dados em um conjunto de dados. Eles fornecem um resumo claro e conciso das principais características dos dados, como mediana, quartis e outliers em potencial. Compreender como criar e interpretar gráficos de caixas no Excel pode ser uma habilidade valiosa para quem trabalha com dados.

A. Definição de parcelas de caixa

Um gráfico de caixas, também conhecido como gráfico de caixa e whisker, é uma representação gráfica da distribuição de um conjunto de dados. Ele exibe o resumo de cinco números dos dados, que inclui o mínimo, primeiro quartil (Q1), mediana, terceiro quartil (Q3) e máximo. Isso facilita a identificação da tendência, variabilidade e assimetria central dos dados.

B. Componentes -chave de um gráfico de caixa

Os gráficos de caixa consistem em vários componentes -chave:

  • Mediana: A linha dentro da caixa representa a mediana do conjunto de dados.
  • Caixa: A caixa representa o intervalo interquartil (IQR), que se estende do primeiro quartil (Q1) ao terceiro quartil (Q3).
  • Bigodes: As linhas que se estendem da caixa (ou das extremidades da caixa) representam os menores e maiores valores não mais outliestes dentro de 1,5 vezes o IQR do primeiro e do terceiro quartis, respectivamente.
  • Outliers: Quaisquer pontos de dados que caem fora dos bigodes são considerados outliers em potencial e são plotados individualmente.

C. Como as parcelas de caixa exibem distribuição de dados

Os gráficos de caixa fornecem uma representação visual da propagação e assimetria dos dados. Ao exibir a tendência e a variabilidade centrais, eles permitem comparação rápida de vários conjuntos de dados ou variáveis. Eles também facilitam a identificação de possíveis discrepantes, o que pode impactar bastante a interpretação dos dados.


Criando um gráfico de caixa no Excel


As parcelas de caixa, também conhecidas como gráficos de caixa e whisker, são uma maneira popular de visualizar a distribuição de dados. No Excel, a criação de um gráfico de caixa é um processo direto que pode ajudá -lo a obter informações sobre a distribuição de seus dados e identificar quaisquer outliers ou variações.

A. Abrindo o excel e a seleção de dados


  • Passo 1: Abra a Microsoft Excel no seu computador.
  • Passo 2: Digite seus dados em uma planilha nova ou existente do Excel. Os dados podem estar em uma única coluna ou várias colunas, dependendo do número de variáveis ​​que você deseja comparar no gráfico da sua caixa.
  • Etapa 3: Selecione o intervalo de dados que você deseja usar para criar o gráfico da caixa.

B. Inserindo um gráfico de gráficos de caixa


  • Passo 1: Depois de selecionar seus dados, clique na guia "Inserir" na fita do Excel na parte superior da tela.
  • Passo 2: No grupo "gráficos", selecione "caixa e bigode" no menu suspenso dos tipos de gráficos disponíveis.
  • Etapa 3: Um gráfico de gráficos de caixa será inserido na sua planilha do Excel, exibindo a distribuição dos dados selecionados.

C. Personalizando a aparência do enredo da caixa


  • Passo 1: Clique no gráfico da caixa para selecioná -lo. Isso criará a guia contextual "Ferramentas do gráfico" na parte superior da janela do Excel.
  • Passo 2: Use o botão "Elementos do gráfico" para adicionar ou remover elementos específicos do gráfico da caixa, como os rótulos da mediana, média ou dados.
  • Etapa 3: Utilize a guia "Formato" nas "ferramentas do gráfico" para modificar a aparência do gráfico da caixa, incluindo cores, bordas e outros atributos visuais.


Interpretação de parcelas de caixa


Os gráficos de caixa são uma ótima maneira de representar visualmente a distribuição e a variabilidade dos dados de maneira concisa. Compreender como interpretar as parcelas de caixas pode fornecer informações valiosas sobre os dados que estão sendo analisados.

A. Identificando Outliers

Os outliers são pontos de dados que caem significativamente fora do intervalo do restante dos dados. Em um gráfico de caixa, os valores extremos são representados como pontos individuais além dos bigodes da trama. Identificar outliers pode ajudar a entender a presença de pontos de dados anômalos que podem afetar a análise geral.

B. Compreendendo mediana, quartis e alcance

A caixa em um gráfico de caixa representa o intervalo interquartil (IQR), que é o intervalo dos 50% do meio dos dados. A linha dentro da caixa representa a mediana ou o valor médio do conjunto de dados. As bordas inferiores e superiores da caixa representam o primeiro e o terceiro quartis, respectivamente. Compreender esses componentes de um gráfico de caixa pode fornecer informações valiosas sobre a tendência e a variabilidade central dos dados.

C. Comparando gráficos de caixas para diferentes conjuntos de dados

Os gráficos de caixa são particularmente úteis para comparar a distribuição e variabilidade de diferentes conjuntos de dados. Ao comparar vários gráficos de caixas lado a lado, torna -se fácil avaliar visualmente variações em mediana, quartis e presença de outliers. Isso pode ser particularmente útil na identificação de padrões e diferenças entre os conjuntos de dados.


Vantagens de usar parcelas de caixa


Quando se trata de visualizar e analisar dados, os gráficos de caixas oferecem uma variedade de vantagens que os tornam uma ferramenta valiosa para análise e apresentação de dados.

A. identificando facilmente variações e outliers

Uma das principais vantagens do uso de gráficos de caixas é que elas fornecem uma maneira clara e concisa de identificar variações e outliers dentro de um conjunto de dados. Ao exibir a mediana, quartis e alcance dos dados, as parcelas de caixa facilitam a ver onde a maioria dos dados cai e detectar qualquer possível anomalias.

B. Visualizando a distribuição de dados efetivamente

Os gráficos de caixa permitem uma visualização rápida e eficiente da distribuição de dados. Com a ajuda do gráfico da caixa, torna -se fácil ver a propagação dos dados, incluindo o intervalo e o intervalo interquartil, fornecendo uma imagem clara de como os dados são distribuídos.

C. Fazendo comparações entre diferentes conjuntos de dados

Outra vantagem do uso de gráficos de caixas é sua capacidade de facilitar comparações rápidas e fáceis entre diferentes conjuntos de dados. Ao exibir vários gráficos de caixa no mesmo gráfico, torna -se simples comparar a distribuição e a variabilidade de diferentes conjuntos de dados, tornando -o uma ferramenta eficaz para análise comparativa.


Melhores práticas para usar parcelas de caixa no Excel


Os gráficos de caixa são uma ótima maneira de visualizar a distribuição de dados, facilitando a identificação de discrepantes, o intervalo dos dados e a mediana. Ao usar gráficos de caixa no Excel, há várias práticas recomendadas a serem lembradas para garantir uma visualização precisa e eficaz.

A. Escolhendo os dados certos para parcelas de caixa
  • Identifique as variáveis:


    Antes de criar um gráfico de caixa, é importante identificar as variáveis ​​que você deseja comparar. Normalmente, gráficos de caixa são usados ​​para comparar a distribuição de uma variável numérica em diferentes categorias ou grupos.
  • Verifique se os dados estão limpos:


    Verifique se os dados que você está usando para o gráfico da caixa estão limpos e não contém erros ou outliers que possam distorcer a visualização.

B. Personalizando a aparência para uma melhor visualização
  • Ajustando a escala:


    Dependendo do intervalo de seus dados, pode ser necessário ajustar a escala do gráfico da caixa para garantir que todos os detalhes importantes sejam visíveis.
  • Adicionando rótulos e títulos:


    É importante rotular claramente sua trama de caixa, incluindo títulos para os eixos e uma lenda clara se você estiver comparando vários grupos.
  • Cor e estilo:


    Considere usar a cor e o estilo para tornar sua trama de caixa visualmente atraente e fácil de interpretar. No entanto, lembre-se de usar paletas amigas para a cor de cor.

C. Usando gráficos de caixa em conjunto com outros gráficos
  • Comparando com histogramas ou gráficos de linha:


    Às vezes, pode ser útil incluir um histograma ou gráfico de linha ao lado do gráfico da caixa para fornecer uma visão mais abrangente da distribuição de dados.
  • Sobreposição de pontos de dados individuais:


    Se você tiver pontos de dados individuais que contribuam para o gráfico da caixa, considere sobrepondo -os no gráfico da caixa para mostrar a distribuição completa.


Conclusão


As parcelas de caixa são um ferramenta valiosa Para representar visualmente a distribuição de dados, permitindo fácil identificação de outliers e compreensão da propagação geral e da tendência central. Como um característica poderosa No Excel, as parcelas de caixa podem ser facilmente criadas para aprimorar a visualização de seus dados, fornecendo mais informações e clareza para o seu público. Eu encorajo você a Utilize gráficos de caixa no Excel para visualização eficaz de dados e aproveitar as informações valiosas que eles podem fornecer.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles