Tutorial do Excel: Como fazer a caixa de caixa no Excel

Introdução


Se você já se viu examinando um grande conjunto de dados, tentando entender sua distribuição e outliers, entende a importância de visualizar dados de uma maneira que seja clara e informativa. Uma ferramenta valiosa para alcançar isso é o Lote de caixas, também conhecido como um Plotagem de caixa e whisker. Essa representação gráfica permite uma maneira rápida e fácil de identificar a mediana, os quartis e os outliers em potencial dentro de um conjunto de dados. Neste tutorial, o guiaremos através do processo de criação de um gráfico de caixa no Excel, para que você possa aprimorar suas habilidades de análise de dados e tomar decisões mais informadas com base em suas descobertas.


Takeaways -chave


  • As parcelas de caixa são ferramentas valiosas para visualizar a distribuição e os valores de dados dos dados.
  • A criação de gráficos de caixas no Excel pode aprimorar as habilidades de análise de dados e ajudar a tomar decisões informadas.
  • A organização e a seleção de dados adequadas são cruciais para criar gráficos de caixas precisos.
  • A personalização de parcelas com estilo, cor, títulos e etiquetas pode melhorar sua clareza e eficácia.
  • As parcelas de caixa ajudam a entender a distribuição de dados, identificar outliers e fazer comparações entre diferentes conjuntos de dados.


Compreender os dados


Antes de criar um gráfico de caixa no Excel, é importante ter um entendimento claro dos dados que serão usados. Isso inclui a seleção dos dados apropriados e a garantia de que sejam organizados corretamente para o gráfico da caixa.

A. Selecione os dados para o gráfico da caixa

Comece selecionando os dados que você deseja visualizar no gráfico da caixa. Isso pode incluir pontos de dados numéricos que você deseja comparar entre categorias ou grupos. Por exemplo, se você estiver comparando o desempenho de vendas de diferentes categorias de produtos, os dados poderão incluir números de vendas para cada categoria.

B. Verifique se os dados estão organizados corretamente para o gráfico da caixa

Depois de selecionar os dados, é importante garantir que eles sejam organizados de uma maneira que permita uma fácil criação do gráfico da caixa. Os dados devem ser organizados em colunas ou linhas, com cada coluna ou linha representando uma categoria ou grupo diferente que será comparado no gráfico da caixa. Além disso, os dados devem estar livres de quaisquer erros de formatação ou inconsistências que possam afetar a precisão do gráfico da caixa.


Criando o enredo da caixa


As parcelas de caixa são uma ótima maneira de representar visualmente a distribuição de dados, e o Excel oferece uma maneira simples de criá -los.

A. Abra o excel e insira os dados

Para começar a criar um gráfico de caixa no Excel, abra o programa e insira os dados que você deseja visualizar. Certifique -se de organizar seus dados de uma maneira que faça sentido para criar um gráfico de caixa, com as categorias e valores relevantes.

B. Use a guia "Inserir" para criar um gráfico de caixa

Depois que seus dados forem inseridos, navegue até a guia "Inserir" na parte superior da janela do Excel. A partir daí, você pode selecionar a opção "Caixa e bigode" para criar um gráfico de caixa. Isso solicitará que um modelo de plotagem de caixa apareça na sua planilha e você poderá inserir seu intervalo de dados para gerar o gráfico.


Personalizando o enredo da caixa


Depois de criar um gráfico de caixa no Excel, você pode personalizá -lo para melhor atender às suas necessidades ou torná -lo mais atraente visualmente. Aqui estão algumas maneiras de personalizar sua trama de caixa:

A. Mudando o estilo e a cor da trama
  • Mudando o estilo: Para alterar o estilo do gráfico da caixa, clique com o botão direito do mouse no gráfico e selecione "Série de dados do formato". A partir daí, você pode escolher diferentes estilos de linha, espessura e tipo de painel para personalizar a aparência do gráfico.
  • Mudando a cor: Para alterar a cor da trama, clique com o botão direito do mouse no gráfico e selecione "Série de dados de formato". Em seguida, vá para a guia "Fill & Line" e escolha uma nova cor para o gráfico.

B. Adicionando títulos e etiquetas ao enredo
  • Adicionando um título: Para adicionar um título ao seu gráfico de caixa, clique no gráfico para selecioná -lo, depois vá para a guia "Ferramentas do gráfico" e clique em "Layouts do gráfico". A partir daí, você pode escolher um layout que inclua um título ou pode clicar em "Títulos do Eixo" e adicionar um título manualmente.
  • Adicionando etiquetas: Para adicionar rótulos ao seu gráfico de caixa, clique no gráfico para selecioná -lo, vá para a guia "Ferramentas do gráfico" e clique em "Layout". A partir daí, você pode clicar em "Rótulos de dados" e escolher a posição e a formatação dos rótulos.


Analisando o enredo da caixa


Quando você criou um gráfico de caixa no Excel, a próxima etapa é analisar o gráfico para obter informações sobre a distribuição e dispersão dos dados. Aqui estão as principais etapas a serem tomadas ao analisar um gráfico de caixa:

Identificando a mediana e quartis


  • Comece identificando a linha mediana dentro do gráfico da caixa. Esta linha representa o valor mediano dos dados.
  • Em seguida, localize os limites da caixa, que representam os primeiros quartis (Q1) e terceiro (Q3) dos dados. Esses quartis ajudam a entender a propagação dos dados.
  • Ao analisar o comprimento da caixa e a distância entre a mediana e os quartis, você pode avaliar a variabilidade e a assimetria da distribuição de dados.

Procurando outliers nos dados


  • Os gráficos de caixa são eficazes na identificação de possíveis discrepantes no conjunto de dados. Os outliers são pontos de dados que estão significativamente acima ou abaixo do intervalo do restante dos dados.
  • Digitalize o gráfico de quaisquer pontos de dados individuais que se estendem além dos "bigodes" do gráfico da caixa, pois podem indicar a presença de outliers.
  • A identificação de outliers é importante, pois pode afetar significativamente a interpretação dos dados e qualquer análise subsequente ou processos de tomada de decisão.


Usando o gráfico de caixa na tomada de decisão


Os gráficos de caixa são uma maneira eficaz de visualizar a distribuição de dados e fazer comparações entre diferentes conjuntos de dados. Compreender como criar e interpretar gráficos de caixas no Excel pode ser uma habilidade valiosa na tomada de decisões informadas com base na análise de dados.

A. Compreendendo a distribuição dos dados

Os gráficos de caixa fornecem uma representação visual da distribuição dos dados, permitindo identificar facilmente a tendência central, a propagação e qualquer outlier em potencial. Isso pode ajudar a entender a variação no conjunto de dados e tomar decisões informadas com base na distribuição.

B. Fazendo comparações entre diferentes conjuntos de dados usando gráficos de caixa

Gráficos de caixa podem ser usados ​​para comparar a distribuição e a tendência central de vários conjuntos de dados. Ao criar gráficos de caixas lado a lado no Excel, você pode identificar facilmente diferenças nas distribuições, comparar medianas e avaliar a variabilidade, o que pode ser crucial na tomada de decisões orientadas a dados.


Conclusão


Criar e interpretar parcelas de caixa no Excel é crucial para visualizar e analisar distribuições de dados. Os gráficos de caixa fornecem um resumo visual da distribuição dos dados, incluindo a mediana, quartis, outliers e alcance geral. Isso facilita a identificação de padrões, variações e anomalias em potencial no conjunto de dados.

Para aqueles que desejam melhorar sua proficiência na análise de dados, eu Incentive mais exploração e prática com parcelas de caixa no Excel. Com a prática, você não apenas melhorará suas habilidades na criação de gráficos de caixas, mas também aprimorará sua capacidade de interpretar e tirar conclusões de seus dados com confiança.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles