Tutorial do Excel: Como fazer um gráfico científico no Excel

Introdução


Os gráficos científicos desempenham um papel crucial na apresentação de dados de pesquisa de maneira eficaz e clara. Seja você um estudante ou um pesquisador profissional, poder criar gráficos precisos e visualmente atraentes no Excel é uma habilidade essencial. Este tutorial tem como objetivo fornecer um guia passo a passo sobre como criar um gráfico científico no Excel, cobrindo tudo, desde a seleção do tipo certo de gráfico até a adição de etiquetas e formatação. No final deste tutorial, você terá as ferramentas e o conhecimento para criar gráficos impactantes para seus projetos de pesquisa.


Takeaways -chave


  • Criar gráficos precisos e visualmente atraentes no Excel é uma habilidade essencial para estudantes e pesquisadores.
  • Organizar dados e escolher o tipo de gráfico apropriado são etapas cruciais na criação de um gráfico científico no Excel.
  • Adicionar rótulos de eixo, títulos, barras de erro e linhas de tendências contribui para a visualização de dados limpa e precisa.
  • A formatação do gráfico com estilos de fonte, esquemas de cores e lendas pode aumentar a legibilidade e o impacto.
  • A visualização de dados clara e precisa é essencial para publicações e projetos de pesquisa.


Configurando os dados


Ao criar um gráfico científico no Excel, é importante começar organizando seus dados de maneira clara e estruturada. Isso garantirá que seu gráfico represente com precisão as informações que você deseja transmitir.

A. Organizando os dados no Excel
  • Comece inserindo seus dados em colunas separadas no Excel. Por exemplo, se você estiver plotando a relação entre tempo e temperatura, insira os valores de tempo em uma coluna e os valores de temperatura correspondentes em outra coluna.
  • Certifique -se de incluir rótulos apropriados para cada coluna para indicar o que os dados representam. Isso ajudará você a acompanhar seus dados e criar um gráfico mais significativo.
  • Verifique duas vezes a precisão de suas entradas de dados para evitar erros no seu gráfico final.

B. Escolha do tipo de gráfico apropriado para os dados
  • Considere a natureza dos seus dados ao selecionar um tipo de gráfico. Por exemplo, se você estiver comparando diferentes categorias ou grupos, um gráfico de barras ou colunas pode ser adequado. Por outro lado, se você estiver visualizando tendências ao longo do tempo, um gráfico de linha seria mais apropriado.
  • Pense na história que você deseja que seu gráfico conte e escolha um tipo de gráfico que comunique efetivamente essa mensagem. Se você deseja mostrar comparações, relacionamentos, distribuições ou composições, o Excel oferece uma variedade de tipos de gráficos para escolher.
  • Leve em consideração o público que estará visualizando seu gráfico. Considere sua familiaridade com diferentes tipos de gráficos e escolha um que seria mais facilmente compreensível para eles.


Criando o gráfico


Quando se trata de criar um gráfico científico no Excel, é essencial seguir uma abordagem estruturada para garantir a precisão e o profissionalismo. Aqui estão as etapas principais para criar um gráfico científico no Excel:

A. Selecionando os dados a serem representados
  • Identifique os dados: Primeiro, identifique os dados que você deseja representar no gráfico. Isso pode incluir resultados experimentais, dados da pesquisa ou qualquer outro conjunto de informações quantitativas.
  • Organize os dados: Depois de identificar os dados, organize -os de maneira clara e estruturada. Isso tornará mais fácil inserir os dados no Excel para gráficos.
  • Insira os dados no Excel: Abra uma planilha nova ou existente do Excel e insira os dados nas células apropriadas. Verifique se os dados estão inseridos com precisão para evitar erros no gráfico.

B. Inserindo o gráfico na planilha do Excel
  • Selecione os dados: Destaque os dados que você deseja incluir no gráfico. Isso normalmente envolve a seleção de um intervalo de células que contêm os dados a serem representados.
  • Insira o gráfico: Com os dados selecionados, navegue até a guia "Inserir" na fita do Excel e escolha o tipo de gráfico que melhor representa seus dados. As opções comuns incluem gráficos de linha, gráficos de barras e gráficos de dispersão.
  • Personalize o gráfico: Depois de inserir o gráfico, você pode personalizá -lo adicionando títulos, etiquetas de eixos, lendas e outros elementos para melhorar sua clareza e apelo visual.

C. Personalização do layout e design do gráfico
  • Ajuste o eixo: Dependendo da natureza dos seus dados, pode ser necessário personalizar as escalas e intervalos do eixo para representar com precisão os pontos de dados.
  • Altere o tipo de gráfico: Se o tipo de gráfico inicial não transmitir efetivamente seus dados, você poderá alterá -los facilmente selecionando o gráfico e escolhendo um tipo diferente da opção "Alterar tipo de gráfico".
  • Modifique o design: O Excel oferece várias opções de design, como esquemas de cores, estilos de gráficos e efeitos. Experimente isso para encontrar o melhor design que complementa seus dados e aprimora a apresentação geral do gráfico.


Adicionando rótulos e títulos de eixo


Ao criar um gráfico científico no Excel, é essencial incluir rótulos de eixo e um título para fornecer clareza e contexto aos seus dados. Isso ajuda o leitor a entender o que o gráfico representa e a interpretar os dados com precisão.

A. Inserindo rótulos descritivos para os eixos X e Y


Ao adicionar rótulos descritivos aos eixos X e Y, você pode indicar claramente as variáveis ​​que estão sendo medidas. Isso não apenas aprimora o entendimento do gráfico, mas também facilita a interpretação dos leitores. Para os rótulos de entrada, selecione o eixo, clique com o botão direito do mouse e escolha "Adicionar rótulo do eixo". Você pode digitar o nome do rótulo para representar claramente os dados que estão sendo exibidos.

B. Adicionando um título ao gráfico


Adicionar um título ao seu gráfico fornece uma descrição geral dos dados que estão sendo apresentados. Dá ao leitor uma compreensão rápida do que é o gráfico e o que os dados representam. Para adicionar um título, clique no gráfico e vá para "Ferramentas do gráfico"> "Layout"> "Título do gráfico"> "acima do gráfico" e digite o título que melhor resume seus dados.

C. Garantir clareza e precisão na rotulagem


Ao inserir rótulos e títulos do eixo, é importante garantir clareza e precisão na rotulagem. Usar linguagem clara e concisa isso representa com precisão os dados que estão sendo apresentados. Evite usar rótulos ambíguos ou vagos que possam levar à confusão. Além disso, verifique se os rótulos são adequadamente alinhado e dimensionado Para aumentar a legibilidade.


Adicionando barras de erro e linhas de tendência


Ao criar um gráfico científico no Excel, é importante representar com precisão os dados e quaisquer tendências ou variabilidade em potencial. A incorporação de barras de erro e linhas de tendências em seu gráfico pode ajudar a conseguir isso. Neste tutorial, exploraremos como adicionar barras de erro para mostrar a variabilidade dos dados, bem como adicionar linhas de tendências para demonstrar tendências de dados. Também discutiremos como ajustar esses recursos para obter precisão.

A. Incorporando barras de erro para mostrar a variabilidade dos dados
  • Passo 1: Selecione a série de dados para a qual você deseja adicionar barras de erro.
  • Passo 2: Clique no botão "Elementos do gráfico" (o ícone Plus) no lado direito do gráfico.
  • Etapa 3: Verifique a caixa ao lado de "Barras de erro" e selecione o tipo de barras de erro que você deseja exibir (desvio padrão, erro padrão, porcentagem etc.)
  • Passo 4: Personalize as barras de erro ajustando a direção, o estilo final e outras opções, conforme necessário.

B. Adicionando linhas de tendência para demonstrar tendências de dados
  • Passo 1: Selecione a série de dados para a qual você deseja adicionar uma linha de tendência.
  • Passo 2: Clique com o botão direito do mouse na série de dados e escolha "Adicionar linha de tendência" no menu de contexto.
  • Etapa 3: Escolha o tipo de linha de tendência que você deseja adicionar (linear, exponencial, logarítmico, etc.)
  • Passo 4: Personalize a linha da tendência adicionando um rótulo, alterando o estilo de linha e ajustando outras opções para melhor se ajustar aos seus dados.

C. Ajustando barras de erro e linhas de tendência para precisão
  • Passo 1: Clique duas vezes nas barras de erro ou na linha de tendência para abrir as opções de formatação.
  • Passo 2: Faça os ajustes necessários nas barras de erro ou nas configurações da linha de tendência para representar com precisão os dados.
  • Etapa 3: Preste atenção aos pontos de dados e verifique se as barras de erro e as linhas de tendências estão alinhadas com os pontos de dados reais.


Formatando o gráfico


Depois de criar um gráfico científico no Excel, é essencial formatá -lo para torná -lo visualmente atraente e fácil de interpretar. Aqui estão alguns pontos -chave a serem considerados ao formatar um gráfico:

A. Ajustando o estilo e o tamanho da fonte
  • Escolha uma fonte clara e legível, como Arial ou Calibri, para os rótulos e títulos do eixo.
  • Verifique se o tamanho da fonte é grande o suficiente para ser facilmente legível, especialmente se o gráfico for impresso ou apresentado em um tamanho pequeno.
  • Use formatação em negrito ou em itálico para enfatizar texto importante, como títulos do eixo ou etiquetas de dados.

B. Alterar o esquema de cores para melhorar a legibilidade
  • Selecione cores que são visualmente atraentes e fáceis de diferenciar, especialmente para várias séries de dados no mesmo gráfico.
  • Considere o uso de uma paleta de dívidas coloridas para garantir que todos os espectadores possam interpretar o gráfico com precisão.
  • Ajuste a cor do plano de fundo ou linhas de grade para fornecer um contraste adequado para os pontos de dados plotados.

C. Adicionando uma lenda, se necessário
  • Se o gráfico incluir várias séries de dados, considere adicionar uma legenda para esclarecer qual linha ou barra corresponde a cada conjunto de dados.
  • Posicione a legenda de uma maneira que não obstrua os dados plotados, como colocá -los em um canto ou ao longo da borda do gráfico.
  • Ajuste o tamanho e o estilo da fonte do texto da legenda para corresponder à formatação geral do gráfico.


Conclusão


Recapitular: Criar um gráfico científico no Excel é um processo relativamente simples. Primeiro, insira seus dados nas colunas apropriadas. Em seguida, selecione os dados e insira um gráfico. Personalize seu gráfico adicionando rótulos, títulos do Axis e ajustando a aparência para atender aos requisitos da sua publicação. Por fim, verifique se o seu gráfico representa com precisão seus dados e é visualmente atraente.

Importância da visualização clara e precisa dos dados: A capacidade de criar visualizações de dados claras e precisas é crucial nas publicações de pesquisa. Os gráficos adequadamente construídos não apenas tornam suas descobertas mais acessíveis ao seu público, mas também enfatizam o significado de sua pesquisa. Representações visuais de dados geralmente podem transmitir informações de maneira mais eficaz do que o texto sozinho, tornando -as uma ferramenta essencial para qualquer pesquisador.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles