Tutorial do Excel: Como fazer um histograma no Excel

Introdução


Você já se perguntou como representar visualmente a distribuição de seus dados? Os histogramas são uma ferramenta essencial para fazer exatamente isso. A histograma é um tipo de gráfico de barras que representa a frequência de dados em determinados intervalos ou caixas. Eles são usados ​​para visualizar a distribuição de um conjunto de dados e são importante na análise de dados para identificar padrões, tendências e outliers. Neste tutorial do Excel, mostraremos como criar um histograma no Excel para analisar e apresentar efetivamente seus dados.


Takeaways -chave


  • Os histogramas são essenciais para representar visualmente a distribuição de dados.
  • Eles são importantes na análise de dados para identificar padrões, tendências e outliers.
  • Os tipos de dados adequados para histogramas incluem dados contínuos e discretos.
  • Criar um histograma no Excel envolve a seleção dos dados, a escolha do tipo de gráfico e a formatação do histograma.
  • A personalização do histograma envolve ajustar a largura da lixeira, adicionar rótulos e títulos de eixos e alterar cores e estilos.


Compreendendo dados para histogramas


A. Tipos de dados adequados para histogramas

Ao criar um histograma no Excel, é importante começar com o tipo certo de dados. Os histogramas são ideais para representar a distribuição de dados contínuos, como idades, pontuações de teste ou pesos. Não é adequado para dados categóricos, como a cor dos olhos ou a marca do carro.

B. Como organizar dados para um histograma

Antes de criar um histograma no Excel, você precisa organizar seus dados corretamente. A primeira etapa é criar uma tabela de distribuição de frequência, que lista os intervalos ou "caixas" para os dados e o número de pontos de dados que se enquadram em cada intervalo. Isso pode ser feito classificando e contando os dados manualmente ou usando as funções do Excel como Countif e Vlookup.

Depois que a tabela de distribuição de frequência estiver pronta, você poderá usar esses dados para criar o histograma no Excel, que representará visualmente a distribuição de seus dados.


Criando um histograma no Excel


Quando se trata de visualizar a distribuição de dados, um histograma é uma ferramenta inestimável. Com o Microsoft Excel, a criação de um histograma é um processo direto que pode ser feito em apenas algumas etapas simples. Neste tutorial, o guiaremos através do processo de criação de um histograma no Excel.

A. Guia passo a passo sobre o uso da função de gráfico do Excel


Para começar a criar um histograma no Excel, você precisará utilizar a função do gráfico. Siga esses passos:

  • Passo 1: Abra a pasta de trabalho do Excel e navegue até a planilha que contém os dados que você deseja visualizar.
  • Passo 2: Selecione o intervalo de dados que você deseja incluir no histograma.
  • Etapa 3: Clique na guia "Inserir" na fita do Excel e selecione "Inserir gráfico de estatística".
  • Passo 4: Escolha "Histograma" na lista dos tipos de gráficos disponíveis. O Excel gerará automaticamente um histograma com base nos dados selecionados.

B. Selecionando os dados e o tipo de gráfico


Depois de abrir a pasta de trabalho do Excel e selecionar os dados apropriados, é crucial escolher o tipo de gráfico certo para criar um histograma. Aqui está como:

  • Seleção de dados: Verifique se você selecionou a gama correta de dados que deseja incluir no histograma. Esses dados devem representar os valores que você deseja visualizar no histograma.
  • Tipo de Gráfico: Ao usar a função do gráfico, selecione "Histograma" na lista dos tipos de gráfico disponíveis. Isso gerará um histograma com base nos dados selecionados.

C. formatando o histograma


Depois que o histograma for criado, você pode formatá -lo para aprimorar seu apelo e legibilidade visual. Siga estas etapas para formatar o histograma:

  • Etiquetas de eixo: Adicione os rótulos do eixo ao histograma para fornecer contexto para os dados que estão sendo visualizados.
  • Título do gráfico: Inclua um título de gráfico descritivo que comunique claramente o objetivo do histograma.
  • Série de dados: Personalize a aparência da série de dados no histograma para torná -lo mais visualmente atraente e mais fácil de interpretar.


Personalizando o histograma


Depois de criar um histograma básico no Excel, você pode personalizá -lo para melhor atender às suas necessidades. Aqui estão algumas maneiras de fazer isso:

A. Ajustando a largura do compartimento

  • Clique no eixo x do histograma para selecionar as caixas.

  • Clique com o botão direito do mouse e escolha "Eixo de formato" no menu.

  • No painel do eixo de formato, em "Opções do eixo", você pode alterar a "largura da banda" para ajustar o tamanho das caixas.


B. Adicionando rótulos e títulos de eixos

  • Selecione o eixo x ou o eixo y do histograma e clique com o botão direito do mouse para escolher "Adicionar título do eixo".

  • Em seguida, você pode personalizar o título e os rótulos clicando neles e digitando no texto desejado.


C. Mudança de cores e estilos

  • Clique nas barras do histograma para selecioná -las.

  • Clique com o botão direito do mouse e escolha "Série de dados de formato".

  • No painel da série de dados de formato, você pode alterar a cor de preenchimento, o estilo de borda e outros elementos visuais do histograma.


A personalização do histograma no Excel pode ajudá -lo a criar uma representação visualmente atraente e informativa de seus dados.


Analisando o histograma


Depois de criar um histograma no Excel, é importante analisar os dados que ele apresenta para obter informações sobre a distribuição de valores.

A. Interpretando a distribuição de dados
  • Compreendendo a frequência dos valores


    A altura de cada barra no histograma representa a frequência dos valores dentro de cada intervalo. Ao analisar a distribuição das barras, você pode determinar a concentração de pontos de dados em faixas específicas.

  • Identificando a forma da distribuição


    Examinando o padrão geral das barras, você pode identificar se os dados são distribuídos para um lado, distribuídos uniformemente ou exibem outros padrões, como uma curva de sino.


B. Identificando tendências e outliers
  • Spoting tendências nos dados


    Ao analisar um histograma, procure padrões como picos, vales ou aglomerados de barras que indiquem tendências nos dados. Essas tendências podem fornecer informações valiosas sobre o comportamento do conjunto de dados.

  • Detectando valores extremos


    Os outliers são pontos de dados que diferem significativamente da maioria do conjunto de dados. Ao identificar barras significativamente mais altas ou menores que as outras, você pode identificar possíveis discrepantes que podem exigir uma investigação mais aprofundada.



Possíveis armadilhas


Ao criar um histograma no Excel, existem alguns erros comuns que os usuários costumam encontrar. É importante estar ciente dessas possíveis armadilhas para produzir um histograma preciso e visualmente atraente.

A. erros comuns a serem evitados ao criar um histograma
  • Seleção de dados incorreta:


    Um dos erros mais comuns ao criar um histograma é selecionar o intervalo de dados errado. É crucial garantir que você selecionou o conjunto de dados correto para o seu histograma para representar com precisão a distribuição de dados.
  • Seleção inadequada de lixeiras:


    Escolher o número certo de caixas é essencial para um histograma eficaz. Selecionar poucas ou muitas caixas pode resultar em uma representação enganosa da distribuição de dados.
  • Ignorando a formatação de dados:


    Deixar de formatar corretamente os dados, como remover qualquer outlier ou garantir intervalos de dados consistentes, podem levar a um histograma defeituoso.
  • Dados ausentes:


    Se houver pontos de dados ausentes ou incompletos, isso poderá afetar a precisão do histograma. É importante abordar quaisquer dados ausentes antes de criar o histograma.

B. Dicas para solucionar problemas para problemas comuns
  • Verifique o intervalo de dados:


    Se o seu histograma não exibir conforme o esperado, verifique duas vezes o intervalo de dados para garantir que você tenha selecionado o intervalo correto para o seu conjunto de dados.
  • Ajustar o tamanho do compartimento:


    Se as caixas de histograma não parecem representar com precisão a distribuição de dados, considere ajustar o tamanho do compartimento para obter uma melhor visualização dos dados.
  • Formatação de dados:


    Se o histograma parecer distorcido ou impreciso, revise a formatação de dados para garantir que os dados sejam limpos e formatados adequadamente.
  • Endereço Dados ausentes:


    Se houver algum ponto de dados ausente, tome as etapas necessárias para preencher as lacunas ou abordar quaisquer dados incompletos para garantir a precisão do histograma.


Conclusão


Em conclusão, os histogramas são uma ferramenta crucial na análise de dados, permitindo visualizar a distribuição de dados e identificar padrões e tendências. Eles providenciam entendimento na forma dos dados e ajude a tomar decisões informadas. Enquanto você continua trabalhando com o Excel, eu encorajar Você pratica a criação de histogramas e explorar os vários recursos que ele oferece para análise de dados. Quanto mais você experimenta e se familiariza com essas ferramentas, mais confiantes e proficientes você se tornará na utilização do Excel para suas necessidades analíticas.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles