Tutorial do Excel: Como fazer um gráfico fora de dados no Excel

Introdução


Bem -vindo ao nosso tutorial do Excel sobre como criar um gráfico fora dos dados no Excel. Visualizar dados através de gráficos é crucial Para entender padrões, tendências e relacionamentos dentro dos dados. Se você é um aluno, um profissional ou um pesquisador, tendo a capacidade de criar gráficos no Excel pode melhorar muito suas habilidades de análise e apresentação de dados. Neste tutorial, o guiaremos através do processo de criação de um gráfico a partir de seus dados no Excel.


Takeaways -chave


  • A visualização de dados através dos gráficos é crucial para entender padrões, tendências e relacionamentos dentro dos dados.
  • A criação de gráficos no Excel pode aprimorar bastante as habilidades de análise e apresentação para estudantes, profissionais e pesquisadores.
  • Compreender os diferentes tipos de dados que podem ser representados graficamente e como organizar e formatar os dados é essencial para o gráfico eficaz no Excel.
  • Escolher o tipo de gráfico certo com base na natureza dos dados é importante para representar com precisão as informações.
  • Interpretar e analisar o gráfico efetivamente pode ajudar a tirar conclusões e tomar decisões informadas com base nos dados.


Compreendendo dados no Excel


Quando se trata de criar gráficos no Excel, é importante entender os diferentes tipos de dados que podem ser representados graficamente e como organizar e formatar os dados de maneira eficaz.

A. Tipos de dados
  • Dados numéricos


    Os dados numéricos consistem em números e podem ser representados graficamente usando vários tipos de gráficos, como gráficos de barras, gráficos de linha e gráficos de dispersão. Esse tipo de dados fornece informações quantitativas que podem ser representadas visualmente.

  • Dados categóricos


    Os dados categóricos consistem em dados não numéricos, como rótulos, nomes ou categorias. Esse tipo de dados pode ser representado graficamente usando gráficos de barras, gráficos de pizza e outras representações visuais que mostram a distribuição de categorias dentro dos dados.


B. Organização e formatação de dados
  • Organização de dados


    Antes de criar um gráfico no Excel, é importante organizar os dados corretamente. Para dados numéricos, é essencial ter um entendimento claro das variáveis ​​e seus valores correspondentes. Os dados categóricos devem ser organizados de uma maneira que facilite a visualização da distribuição de categorias.

  • Formatação de dados


    Depois que os dados são devidamente organizados, é importante formatá -los de uma maneira adequada para o gráfico. Isso pode envolver a formatação de células, a criação de cabeçalhos e garantindo que os dados sejam apresentados de maneira clara e compreensível.



Escolhendo o tipo de gráfico certo


Quando se trata de visualizar dados no Excel, é importante escolher o tipo certo de gráfico para comunicar efetivamente suas descobertas. Compreender os vários tipos de gráficos disponíveis no Excel e quando usar cada tipo com base na natureza dos dados é crucial para criar representações visuais impactantes.

Discuta os vários tipos de gráficos disponíveis no Excel


  • Gráfico de barras: Os gráficos de barras são usados ​​para comparar diferentes categorias de dados. Eles são mais eficazes ao comparar categorias discretas e mostrar alterações ao longo do tempo.
  • Gráfico de linha: Os gráficos de linha são ideais para mostrar tendências e mudanças ao longo do tempo. Eles são particularmente úteis para demonstrar a relação entre duas variáveis.
  • Gráfico de pizza: Os gráficos de pizza são usados ​​para mostrar a proporção de peças para um todo. Eles são melhores para ilustrar porcentagens e proporções.

Explique quando usar cada tipo de gráfico com base na natureza dos dados


É importante entender a natureza dos seus dados antes de escolher o tipo de gráfico a ser usado no Excel.

  • Gráfico de barras: Use um gráfico de barras ao comparar categorias distintas de dados, como números de vendas para diferentes produtos.
  • Gráfico de linha: Use um gráfico de linha ao mostrar tendências ao longo do tempo, como os preços das ações durante um período de meses.
  • Gráfico de pizza: Use um gráfico de pizza ao ilustrar a quebra percentual de um todo, como a distribuição de despesas em um orçamento.


Criando um gráfico no Excel


Ao trabalhar com dados no Excel, criar um gráfico para visualizar seus dados pode ser uma ferramenta valiosa. Aqui está um guia passo a passo sobre como criar um gráfico no Excel e personalizar sua aparência.

Instruções passo a passo sobre como selecionar e inserir dados para gráficos


  • Selecionando dados: Comece selecionando os dados na planilha do Excel que você deseja usar para o gráfico. Isso pode ser feito clicando e arrastando o mouse sobre as células que contêm os dados.
  • Inserindo um gráfico: Depois que os dados forem selecionados, navegue até a guia "Inserir" na fita do Excel. A partir daí, escolha o tipo de gráfico que você deseja criar, como um gráfico de barras, gráfico de linha ou gráfico de pizza.
  • Ajustando o intervalo de dados: Depois de selecionar o tipo de gráfico, o Excel criará um gráfico básico com base nos dados selecionados. Pode ser necessário ajustar o intervalo de dados se o Excel não selecionar o intervalo correto inicialmente.

Como personalizar a aparência do gráfico (por exemplo, cor, etiquetas, título)


  • Alteração do tipo de gráfico: Se você deseja alterar o tipo de gráfico, basta clicar no gráfico e navegar até a guia "Design" na fita do Excel. A partir daí, selecione um novo tipo de gráfico na opção "Alterar tipo de gráfico".
  • Adicionando rótulos e títulos: Para adicionar títulos e etiquetas ao seu gráfico, clique no gráfico para selecioná -lo e clique no botão "Elementos do gráfico" que aparece ao lado do gráfico. A partir daí, você pode optar por adicionar um título, títulos de eixo e etiquetas de dados.
  • CORES DE CORAÇÃO: Se você deseja alterar as cores dos elementos do gráfico, como barras ou linhas, clique no elemento que deseja alterar e clique com o botão direito do mouse e selecione "Format Data Series". A partir daí, você pode escolher uma nova cor para o elemento selecionado.


Adicionando linhas de tendência e barras de erro


Ao criar gráficos no Excel, é importante entender o significado das linhas de tendência e das barras de erro. Esses recursos podem adicionar informações valiosas à sua representação visual de dados.

A. Explique o objetivo das linhas de tendência e como adicioná -las a um gráfico

Entendendo linhas de tendência


Primeiro, vamos discutir o objetivo das linhas de tendência. As linhas de tendência são usadas para mostrar a direção geral dos pontos de dados em um gráfico. Eles são comumente usados ​​na análise e previsão de tendências nos dados por um período de tempo.

Adicionando uma linha de tendência


Para adicionar uma linha de tendência a um gráfico no Excel, basta clicar com o botão direito do mouse na série de dados à qual você deseja adicionar uma linha de tendência e selecionar "Adicionar linha de tendência". A partir daí, você pode escolher o tipo de linha de tendência que melhor se ajusta aos seus dados, como linear, exponencial ou logarítmico.

B. Discuta o significado das barras de erro e como incorporá -las em um gráfico

Entendendo as barras de erro


As barras de erro são usadas para indicar o nível de incerteza ou variabilidade nos dados. Eles podem representar visualmente a precisão e precisão dos pontos de dados no gráfico.

Incorporando barras de erro


Para incorporar barras de erro em um gráfico no Excel, selecione primeiro a série de dados à qual você deseja adicionar barras de erro. Em seguida, vá para a guia "Layout", clique em "Barras de erro" e selecione o tipo de barras de erro que você deseja usar, como erro padrão, porcentagem ou personalidade.


Interpretando e analisando o gráfico


Quando se trata de interpretar e analisar um gráfico criado no Excel, é essencial entender os principais pontos e tendências que os dados estão apresentando. Aqui estão algumas dicas para interpretar efetivamente as informações apresentadas no gráfico:

A. Dicas sobre como interpretar efetivamente as informações apresentadas no gráfico
  • Procure tendências e padrões: examine a direção e a forma dos pontos de dados plotados para identificar quaisquer tendências ou padrões. Isso pode ajudar a entender a relação entre diferentes variáveis ​​no conjunto de dados.

  • Verifique se há outliers: identifique quaisquer pontos de dados que sejam significativamente diferentes do restante dos dados. Esses outliers podem fornecer informações valiosas sobre ocorrências ou erros exclusivos nos dados.

  • Entenda os eixos e as escalas: preste atenção à escala e unidades nos eixos do gráfico para garantir uma interpretação precisa. Escalas diferentes podem alterar a aparência visual dos dados e levar a conclusões diferentes.

  • Compare vários conjuntos de dados: se o gráfico contiver vários conjuntos de dados, compare -os para identificar diferenças e semelhanças. Isso pode ajudar a tirar conclusões mais precisas dos dados.


B. Como usar o gráfico para tirar conclusões e tomar decisões informadas
  • Identifique relacionamentos: use o gráfico para identificar quaisquer relacionamentos ou correlações entre as variáveis ​​plotadas. Isso pode ajudar a entender relacionamentos de causa e efeito e fazer previsões.

  • Faça comparações: compare diferentes pontos de dados ou conjuntos de dados para tirar conclusões sobre desempenho ou tendências. Isso pode ser útil para tomar decisões informadas em vários campos, como negócios, finanças e ciências.

  • Extrair insights: procure insights ou takeaways-chave no gráfico que pode ser usado para informar a tomada de decisão. Esses insights podem ajudar na solução de problemas e na estratégia para o futuro.



Conclusão


Criando Gráficos de dados no Excel é uma habilidade essencial para quem trabalha com números e dados. Não apenas facilita a interpretação e a compreensão dos dados, mas também ajuda a identificar tendências e padrões que podem não ser imediatamente aparentes ao analisar os números brutos. É importante praticar a criação de gráficos e interpretando os resultados para melhorar Habilidades de análise de dados e tomar decisões mais informadas.

Portanto, vá em frente e comece a experimentar diferentes tipos de gráficos e estilos no Excel. Quanto mais você praticar, melhor você se tornará em apresentar seus dados de uma maneira fácil de entender e visualmente atraente.

Excel Dashboard

ONLY $99
ULTIMATE EXCEL DASHBOARDS BUNDLE

    Immediate Download

    MAC & PC Compatible

    Free Email Support

Related aticles